Bem vindo a este espaço de bem...

Se amas a Deus e ao próximo, se gostas de saber/discutir pontos de vista, se gostas de reflexões... Este é o teu espaço... Boa visita...

quarta-feira, agosto 23, 2006

Distantes.... Como o Sol e a Lua...

O Sol e a Lua

Quando o SOL e a LUA se encontraram pela primeira vez,
se apaixonaram perdidamente
e a partir daí começaram a viver um grande amor.
Acontece que o mundo ainda não existia
e no dia que Deus resolveu criá-lo,
deu-lhes então o toque final... o brilho !
Ficou decidido também que o SOL iluminaria o dia
e que a LUA iluminaria
a noite, sendo assim,
seriam obrigados a viverem separados.
Abateu-se sobre eles uma grande tristeza
quando tomaram conhecimento
de que nunca mais se encontrariam.

A LUA foi ficando cada vez mais amargurada,
mesmo com o brilho que Deus havia lhe dado,
ela foi se tornando solitária.

O SOL por sua vez havia ganhado
um título de nobreza "ASTRO REI",
mas isso também não o fez feliz.

Deus então chamou-os e explicou-lhes:
Vocês não devem ficar tristes,
ambos agora já possuem um brilho próprio.
Você LUA, iluminará as noites frias e quentes,
encantará os enamorados
e será diversas vezes motivo de poesias.
Quanto a você SOL, sustentará esse título
porque será o mais importante dos astros,
iluminará a terra durante o dia,
fornecerá calor para o ser humano
e a sua simples presença fará as pessoas mais felizes.
A LUA entristeceu-se muito com seu
terrível destino e chorou dias a fio...
já o SOL ao vê-la sofrer tanto,
decidiu que não poderia deixar-se
abater pois teria que dar-lhe forças e ajudá-la
a aceitar o que havia sido decidido por Deus.
No entanto sua preocupação era tão grande
que resolveu fazer um pedido a ELE:
Senhor, ajude a LUA por favor,
ela é mais frágil do que eu,
não suportará a solidão...
E Deus em sua imensa bondade criou então
as estrelas para fazerem companhia a ela.

A LUA sempre que está muito triste
recorre as estrelas que fazem de tudo
para consolá-la, mas quase sempre não conseguem.

Hoje eles vivem assim... separados,
o SOL finge que é feliz, a LUA não
consegue esconder que é triste.

O SOL ainda esquenta de paixão pela LUA
e ela ainda vive na escuridão da saudade.

Dizem que a ordem de Deus era que a LUA
deveria ser sempre cheia e luminosa,
mas ela não consegue isso....
porque ela é mulher, e uma mulher tem fases.
Quando feliz consegue ser cheia,
mas quando infeliz é
minguante e quando minguante nem sequer
é possível ver o seu brilho.

LUA e SOL seguem seu destino,
ele solitário mas forte,
ela acompanhada das estrelas, mas fraca.
Humanos tentam a todo instante conquistá-la,
como se isso fosse possível.
Vez por outra alguns deles vão até ela
e voltam sempre sozinhos, nenhum deles
jamais conseguiu trazê-la até a terra,
nenhum deles realmente conseguiu conquistá-la,
por mais que achem que sim.
Acontece que Deus decidiu que
nenhum amor nesse mundo seria de todo
impossível, nem mesmo o da LUA e o do SOL...
e foi aí então que ele criou o eclipse.
Hoje SOL e LUA vivem da espera desse instante,
desses raros momentos que lhes foram concedidos
e que custam tanto a acontecer.
Quando você olhar para o céu a partir de agora
e ver que o SOL encobriu a LUA
é porque ele deitou-se sobre ela e começaram a se amar
e é ao ato desse amor que se deu o nome de eclipse.
Importante lembrar que o brilho
do êxtase deles é tão grande que
aconselha-se não olhar para o céu nesse momento,
seus olhos podem cegar de ver tanto amor.

Bem, mas na terra também existe sol e lua...
e portanto existe eclipse....
mas essa era a única parte da história
que você já sabia, não era?

_____________________________________________________


História bonita... Faz-nos pensar na verdadeira beleza do amor... Nas coisas que podemos ou não podemos fazer no amor... A mim fez-me pensar que a distância não destrói o amor... De certa forma faz com que ele seja ainda mais belo... Pois o seu reencontro é maravilhoso... Solta-se todo o amor que ficou preso enquanto os apaixonados estavam distantes...

Encontrei esta história enquanto andava a passear pela net à procura de uma mensagem para enviar às minhas crianças da Colónia da Caritas, e encontrei esta página por acaso...
Se quiserem encontrar poemas bonitos como este... Visitem a dita página...


__________________________________________________

Para o meu amorzinho:
"Mor... Embora estejamos separados pela distância... Nunca nos esquecemos um do outro... E como falamos há uns dias... A saudade sustenta muito o nosso amor... E talvez seja isso que o torna tão belo.... Amo-te muuuuuuuuito..."

2 comentários:

André Pereira disse...

ISTO É TUDO COMPLETAMENTE VERDADEIRO! É pena ser assim, mas pronto, o k é k se pode fazer!

Mor, cada vez k tou longe de ti consigo perceber k te amo cada vez mais em cada dia!

AMO-TE MUUUUUITO

Anónimo disse...

Um dia, um rei ao passear no desert viu um formigueiro. Imediatamente todas as formigas pararam de trabalhar para o virem saudar.
Porém uma delas continuava o seu trabalho. O rei perguntou-lhe:
-Que fazes?
Ela respondeu imediatamente:
-Como vês, meu rei, transporto este monte de areia grão a grão.
-É um trabalho muito duro para um pequeno animal como tu. Olha para a altura deste monte de areia. Mesmo que continues sem parar, nem durante toda a tua vida conseguirás terminar a tarefa.
A formiga respondeu:
-Talvez tenhas razão, ó rei, mas do outro lado da areia encontra-se o meu amado. É este amor que me faz trabalhar assim, e nada me poderá distrair deste trabalho. E se eu morrer sem conseguir chegar ao fim, pelo menos viverei da esperança até ao último dia.
A grande força que move as pessoas é o amor. Nada é mais forte que o amor. E só ele permanecerá para sempre.


Muitas muitas muitas felicidades para os dois. Nunca se esqueção que o amor é mais forte do que todo e só ele pode derrubar os obstáculos.