Bem vindo a este espaço de bem...

Se amas a Deus e ao próximo, se gostas de saber/discutir pontos de vista, se gostas de reflexões... Este é o teu espaço... Boa visita...

quinta-feira, agosto 17, 2006

O que é um amigo???

Amigo é aquele que:

  • não deita o outro a baixo
  • não lhe passa por cima
  • não o humilha
  • lhe diz as verdades quando são necessárias
  • lhe dá apoio nas suas decisões e projectos
  • ama o seu amigo tal como ele é
  • dá pistas para ajudar o outro a orientar a sua vida
  • ajuda o outro a moderar as suas atitudes incorrectas
  • faz de tudo para ver o outro feliz
  • dá valor às verdadeiras qualidades do seu amigo


Há pessoas que pensam que os nossos amigos têm o dever de ser nossos amigos e de agir como tal... E infelizmente esquecem-se de ser amigos dos seus amigos... Esquecem-se que têm amizade mútua...
Isto destrói algumas amizades... Pois há pessoas que só querem amigos... E para se sentirem bem consigo mesmos dizem e fazem coisas para se valorizarem... E quem costuma sofrer com estas coisas são as pessoas a quem chamam amigos... Pois para se auto-valorizarem... Desvalorizam as qualidades dos seus amigos... E de outros que os rodeiam...
É assim que algumas amizades vão á “ruína”... Pois querem ter amigos... Mas não o querem ser também...

Dá valor aos amigos que tens... E sê amigo do teu amigo...

2 comentários:

angela disse...

concord contigo,existem pexoas k apenas kerem ter alguem k ouça os seus problemas sem s importarem s a pexoa k tá ao lado pod tb os ter,ma ser amigo é partilhar as alegrias,tristezas,os problemas etc.ñ é só ser ouvido mas tb ouvir bjs gostei d ver o teu espaço continua

se me conheceres bem, reconhecer-me-ás disse...

«Havia num mosteiro um abade muito generoso. Dava sempre de comer aos pobres que batiam à sua porta e alojamento aos mendigos. Estava sempre disponível para dar do que possuía aos necessitados. O estranho é que, quanto mais dava, mais ofertas recebia o mosteiro.
Ao morrer já idoso, este abade foi substituído por um outro totalmente diferente. Era muito agarrado aos bens.
Um dia, chegou um idoso ao mosteiro a pedir alojamento.
Disse que, há tempos, tinha batido à porta e lhe tinham dado um
lugar para passar a noite. Mas o abade, muito avarento, encontrou mil argumentos para o mandar embora. Um desses argumentos foi o seguinte:
-Somos pobres e ninguém nos ajuda.
O idoso respondeu:
-Não me surpreende. Se ninguém vos ajuda, é porque mandaram embora dois irmãos do mosteiro.
O abade, admirado, perguntou:
-Não me recordo de termos mandado ninguém embora.
O idoso replicou:
-Sim, e eram gémeos. Um chamava-se «Dai» e outro «Vos será dado». Como mandaram embora o «Dai», o «Vos será dado» resolveu ir com ele.

A generosidade em dar a quem necessita geralmente não fica sem recompensa. Dai e dar-se-vos-á.

retirado do livro "Toma e lê" de Pedrosa Ferreira



O que torna uma pessoa feliz é amar e ser-se amado. Mas por vezes esse amor não é retribuído...
Contudo quem realmente quer, luta continuamente. Apesar de não receberem absolutamente nada em troca, o seu coração dá ainda mais ternura.
Quando se ama o próximo de todo o coração é sempre dado algo em troca. Deus recompensa sempre os bons e os justos.
Mesmo parecendo que estamos sozinhos e que não vale a pena lutar, Deus acompanha-nos sempre e dá força a quem não tem.
Por isso, mesmo que te pareça que não faz sentido, continua a tua luta e nunca desesperes nem desanimes porque Deus está contigo e tens de caminhar com Ele para conseguires as forças necessárias. Mesmo que saibas que existem pessoas que não merecem todo o nosso apoio, o amor consegue transformar corações se for contínuo e incassável.
Lembra-te sempre disto...


Oração da Paz (S. Francisco de Assis)

Senhor! Fazei de mim um instrumento da vossa paz.
Onde houver ódio, que eu leve o amor.
Onde houver ofensa, que eu leve o perdão.
Onde houver discórdia, que eu leve a união.
Onde houver dúvidas, que eu leve a fé.
Onde houver erro, que eu leve a verdade.
Onde houver desespero, que eu leve a esperança.
Onde houver tristeza, que eu leve a alegria.
Onde houver trevas, que eu leve a luz.
Ó Mestre, fazei que eu procure mais:
consolar, que ser consolado;
compreender, que ser compreendido;
amar, que ser amado.
Pois é dando que se recebe.
É perdoando que se é perdoado.
E é morrendo que se ressuscita para a vida eterna.