Bem vindo a este espaço de bem...

Se amas a Deus e ao próximo, se gostas de saber/discutir pontos de vista, se gostas de reflexões... Este é o teu espaço... Boa visita...

domingo, dezembro 31, 2006

Carta Pastoral 2006/2007 (2.5)

2.5. “Fui eu que vos escolhi” (Jo 15, 16): A vocação como eleição de amor



Há ainda uma palavra muito bela de Jesus, em que Ele desvela o segredo e o sentido mais profundo e último da vocação cristã: “não fostes vós que Me escolhestes; fui Eu que vos escolhi a vós e vos constituí para que vades e deis fruto e o vosso fruto permaneça”. Esta frase é pronunciada num contexto em que Jesus como que entoa uma cantata ao Amor infinito do Pai dado a conhecer e partilhado pelos discípulos. E assim coloca o chamamento dos discípulos no coração do mistério, isto é, no desígnio do Amor eterno de Deus, que nos precede e acompanha, ao qual eles respondem pela aceitação da fé. Sem negar a opção pessoal dos discípulos, sublinha o primado da iniciativa de Cristo, reconhecido como Senhor da nossa vida. Na origem da vocação cristã está a iniciativa da Sua graça, do Seu amor, da Sua misericórdia, da Sua atracção. Há um Amor que está antes da nossa resposta. A vocação aparece então como um dom, uma eleição de Amor.

Esta eleição não é só para eles, mas para a missão: “para que deis fruto”, através da irradiação da fé e do amor para que os homens tenham a vida eterna. Através da comunidade dos discípulos, o Filho de Deus continuará a revelar-Se e a comunicar-Se ao longo da história. A nossa vocação tem como horizonte o mundo inteiro. O chamamento do Senhor é pessoal e apostólico.

1 comentário:

Ana disse...

«Não fostes vós que Me escolhestes; fui Eu que vos escolhi» (Jo 15, 16)


Como tu própria disseste (e eu nunca mais me esqueci...), alguns há que tem receio, vergonha em se afirmarem como cristãos. Mas outros (...) afirmam-no como uma HONRA! Porque não fomos nós que decidimos segui-Lo... Ele é que nos destinou.

E o que vale, é que esses tais "outros", seguem-se o seu caminho, cumprem a sua missão tão bem (!!!) que deixão "outros" sem palavras...

Fica bem
Bjitos