Bem vindo a este espaço de bem...

Se amas a Deus e ao próximo, se gostas de saber/discutir pontos de vista, se gostas de reflexões... Este é o teu espaço... Boa visita...

quinta-feira, novembro 02, 2006

Quando eu não te tinha...

Quando Eu


Quando eu não te tinha
Amava a Natureza como um monge calmo a Cristo.
Agora amo a Natureza
Como um monge calmo à Virgem Maria,
Religiosamente, a meu modo, como dantes,
Mas de outra maneira mais comovida e próxima ...
Vejo melhor os rios quando vou contigo
Pelos campos até à beira dos rios;
Sentado a teu lado reparando nas nuvens
Reparo nelas melhor —
Tu não me tiraste a Natureza ...
Tu mudaste a Natureza ...
Trouxeste-me a Natureza para o pé de mim,
Por tu existires vejo-a melhor, mas a mesma,
Por tu me amares, amo-a do mesmo modo, mas mais,
Por tu me escolheres para te ter e te amar,
Os meus olhos fitaram-na mais demoradamente
Sobre todas as cousas.
Não me arrependo do que fui outrora
Porque ainda o sou.

Alberto Caeiro
(Fernando Pessoa)

2 comentários:

Ana disse...

Oi oi linda.

O Amor é a fonte de tudo. Ele consegue transformar corações, derrubar muros, para construir pontes...
Sem Amor nada somos, nada valemos.
O Amor dá-nos uma vida nova.
Vivemos mais alegres, porque descobrimos que a nossa vida tem um sentido.
Porque sé existe um caminho para a Felicidade Eterna: o do Amor...

Porque o Amor ensina-nos muita coisa. Nomeadamente, ver a vida com outros olhos...


Fica bem e faz do Amor a TUA vida!!
Bjinhos

Anónimo disse...

É verdade que o Amor faz coisas maravilhosas ao nosso Ser... pode mudar-nos completamente sem nós notarmos. Foi o teu Amor Verdadeiro que me fez mudar e me fez transformar no Homem que sou neste momento

AMO-TE JOANA